Secovi-SP e Câmara Municipal de São Paulo assinam termo de cooperação técnica

Paulo Frange, José Police Neto, Flavio Amary e Milton Leite na
assinatura do convênio

Assinado no último dia 27/9, o Termo de Cooperação Técnica nº 57/2017 institui “a promoção de intercâmbio, interação e complementação de atividades, visando a análise e a proposição de projetos de lei relacionados aos aspectos urbanísticos, ambientais, habitacionais, edilícios e imobiliários da cidade de São Paulo, bem como aqueles relacionados aos bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico”.

O convênio foi firmado entre os presidentes do Secovi-SP e da Câmara, respectivamente Flavio Amary e Milton Leite (DEM-SP), em reunião na sede do Sindicato da Habitação.

Presentes ao encontro os vereadores José Police Neto (PSB-SP) e Paulo Frange (PTB); os vice-presidentes da entidade Basilio Jafet (Relações Institucionais) e Caio Calfat (Assuntos Turísticos Imobiliários), ao lado do coordenador-executivo da vice-presidência de Assuntos Legislativos e Urbanismo Metropolitano, Eduardo Della Manna, e do consultor legislativo, Edson Marcusso.

“O acordo oficializa a cooperação entre as duas instituições. Seu efetivo cumprimento representa importante passo o setor imobiliário e beneficia sobretudo a cidade de São Paulo e seus habitantes”, considera Flavio Amary.

“Com a indispensável transparência que deve pautar as relações entre poder público e iniciativa privada, vamos contribuir para que os vereadores, municiados de informações consistentes e relevantes (sejam técnicas, urbanísticas ou de mercado), elaborarem projetos alinhados com a realidade dos paulistanos”, adiciona.

A partir de agora, e durante o prazo de dois anos estabelecido no Termo, os sólidos conhecimentos adquiridos pelo Secovi-SP em seus 71 anos atuação estão à disposição dos vereadores.

Caberá ao legislativo municipal garantir acesso a informações, projetos de lei, pareceres, substitutivos e demais documentos referentes à colaboração técnica oferecida pela entidade.

Dois representantes indicados pela Câmara e outros dois pelo Secovi-SP ficam responsáveis pela definição dos critérios e métodos de trabalho a serem adotados para o cumprimento do acordado, e incumbidos de resolver questões técnicas e administrativas decorrentes da execução das tarefas.

“Uma metrópole como São Paulo, com tantos problemas de ordem urbanística e com preocupante carência de moradia digna, não pode prescindir dessa união de esforços. Confiamos que, de maneira conjunta, teremos condições de oferecer as soluções que a cidade precisa, com maior eficiência e celeridade”, conclui Flavio Amary.


“Ao Governo o que é de Governo: conheça o mais arrojado programa de privatizações e PPPs” – Deixar para o empreendedor o que ele pode (e sabe) fazer. Deixar para o Estado o que ele deve (e sabe) fazer. Esta é a equação que o secretário municipal de Desestatização e Parcerias de São Paulo, Wilson Poit, está montando à frente de um programa de privatizações, concessões e PPPs que, além de modelo para o País, proporciona inúmeras oportunidades ao setor imobiliário. O secretário apresenta os detalhes dessa operação aos associados do Secovi-SP, em reunião da Política Olho no Olho, dia 10 de outubro, às 12 horas, na sede da entidade. Informações e reservas: (11) 5591-1304 a 1307.

4 de outubro de 2017

 

Voltar


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas