Eventos

Summit Imobiliário 2021

8h30 às 9h30 credenciamento e 9h30 às 18h evento

Objetivo: Os juros baixos foram a chave para o crescimento do mercado nos últimos anos. A Selic chegou ao piso histórico de 2% em agosto de 2020. Na esteira, o crédito para a compra de imóveis e para a construção ficou mais barato, impulsionando os negócios. Além disso, foi vista a migração em massa de aplicações de renda fixa para a economia real, estimulando o investimento direto em imóveis, bem como a procura por ações de incorporadoras, fundos imobiliários e outras classes de produtos financeiros lastreados em tijolos.

Mas até quando esse cenário vai durar? A Selic já subiu para 5,25% e deve terminar 2021 em 7,50%, de acordo com o Boletim Focus. Qual será o efeito disso sobre o crédito imobiliário, o poder de compra da população e os investimentos na produção de novos empreendimentos?

Com essa iminente mudança de cenário, a proposta para o Summit é uma discussão sobre as perspectivas para o futuro dos juros no País e as consequências disso para o setor produtivo.

Público-alvo: Empresas associadas ao Secovi-SP e assinantes do Estadão, diretoria da entidade, entidades de classe, veículos de comunicação, potenciais associados e autoridades governamentais relacionadas ao setor.


Programação

  • Palestra: Perspectivas para a economia brasileira e a política monetária

  • Painel 1 – Lançamentos e vendas de imóveis no curto e médio prazo: oportunidades e desafios

    O mercado imobiliário vai fechar 2021 em alta? Quais as perspectivas para 2022? Até que ponto a alta na Selic pode afetar o setor? Como estão os custos da construção? E o nível de confiança dos empresários? Há algum gargalo no radar? Necessidades de revisão do plano diretor de São Paulo.

  • Painel 2 – O futuro do crédito imobiliário

    Com o ciclo de alta da Selic, os juros do crédito imobiliário também vão subir? Como está a disponibilidade de recursos para novos empréstimos? Após linhas corrigidas por IPCA e Poupança, há novas modalidades de financiamento a serem lançadas pelos bancos? Como se comportou a inadimplência da carteira de crédito durante a pandemia? Como está o apetite dos bancos para 2022?

  • Painel 3 – O comportamento de consumidores e empresas pós-vacinação

    Quais os legados da pandemia na forma de morar, trabalhar, construir e vender? Que mudanças nos hábitos dos consumidores vieram para ficar? Como esses novos comportamentos mudaram os tipos de plantas, itens de condomínio e localização? Consumidores e corretores vão continuar fazendo vendas de maneira remota? Qual o potencial de crescimento da produção de imóveis para locação – mercado chamado de multifamily? O home office vai durar?

  • Painel 4 – O mercado imobiliário digital e inovador: por que fazer diferente?

    Startups mudaram a forma de produzir em vários setores, inclusive no mercado imobiliário. Vamos ouvir a experiência de empresas que estão provocando uma disrupção no setor. É o caso do Quinto Andar, uma startup que ficou gigante por mostrar novas maneiras de atender o consumidor na hora da compra, venda e locação. A Gafisa está lançando o braço de serviços, para integrar ofertas de locação, decoração, crédito e administração de imóveis de forma complementar à atividade de incorporação. A Tenda tem um megaprojeto de construção de casas de madeira, dentro da sua própria fábrica. E a Duratex montou um fundo de R$ 100 milhões para comprar startups que a ajudem a inovar fabricação e venda de materiais de construção.

  • Painel 5 – Hotéis, prédios comerciais e eventos: oportunidades e desafios para o curto prazo

    ópicos: O mercado de hotelaria, especialmente o corporativo, foi bastante afetado pelas medidas de isolamento social. Com o avanço da vacinação, o movimento vai aumentar? Em qual ritmo? Quais segmentos devem sair na frente? O mercado de salas comerciais também foi amplamente afetado. Há, inclusive, casos de prédios comerciais passando por retrofit para serem usados como moradias. Quais as perspectivas para esse setor? E o mercado de eventos ajudará a impulsionar novamente as viagens, ou os encontros continuarão sendo em plataformas digitais?

  • Painel Análise Estadão e Secovi-SP


INVESTIMENTO

VALOR DE INSCRIÇÕES - PRESENCIAL

PÚBLICOS

DATAS DE LOTE

Até 18/10

Até o evento

Demais Interessados

R$ 980,00

R$ 1.200,00

Associado Secovi-SP e Assinante Estadão

R$ 800,00

R$ 800,00


REALIZAÇÃO

 

 

PATROCÍNIO

 

 

 

O Secovi-SP reserva-se o direito de alterar a data, os horários ou mesmo cancelar o curso/evento, dependendo do número de interessados


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • UniSecovi