Administração de Condomínio

Ações por falta de pagamento do condomínio crescem 24,2% em maio


É o que aponta levantamento realizado pelo Secovi-SP na cidade de São Paulo,que apurou também alta no acumulado do ano
Gebara: síndico deve estimular o condômino inadimplente quitar sua dívida

Levantamento do Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), realizado no Tribunal de Justiça do Estado São Paulo, mostra aumento no número de ações judiciais por falta de pagamento da taxa condominial. Em maio, foram protocoladas 1.425 ações, 24,2% a mais que os 1.147 processos de abril. Comparado a maio de 2016 (109 ações), o aumento foi de 1.207%.

 

Acumulado - A alta também foi percebida no acumulado do ano - janeiro a maio de 2017 -, com o registro de 4.708 ações, 167% a mais que as 1.764 ações ajuizadas no mesmo período de 2016. Nos últimos 12 meses - junho de 2016 a maio de 2017 -, foram protocoladas 8.055 ações, o que equivale a um aumento de 6,9% na comparação com o período anterior (junho de 2015 a maio de 2016), quando houve o registro de 7.537 ações.

O Secovi-SP reitera a importância de síndicos e administradoras reforçarem as negociações de cobrança e promoverem iniciativas para conscientizar os condôminos, a fim de garantir o equilíbrio das contas do condomínio. "O síndico deve estimular o condômino inadimplente quitar sua dívida, pois para o condomínio é melhor o acordo amigável", destaca Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP.

 

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas