Notícia

Aluguel residencial novo esboça ligeira reação em outubro na Capital


No acumulado de 12 meses, a retração continua com uma variação de 0,8%, de acordo com pesquisa realizada pelo Secovi-SP

A Pesquisa Mensal de Locação do Secovi-SP apontou que o valor médio do aluguel residencial na cidade de São Paulo apresentou ligeira recuperação em outubro, atingindo - 0,8% , em relação ao resultado de setembro.

"Aos poucos, o mercado vem esboçando uma reação. Embora, no acumulado de 12 meses, a variação continue negativa em 0,8%. No mesmo período, o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) registrou alta de 8,8%. Persiste uma grande diferença entre o IGP-M e os preços dos aluguéis", explica Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

Na análise por número de dormitórios, todas as tipologias cresceram no mês. Os preços para locação de imóveis de 2 dormitórios subiram, em média, 1,4%; enquanto os de 1 dormitório tiveram alta de 0,4% e os de 3 dormitórios, 0,15%.

Garantias locatícias e IVL - O tipo de garantia mais utilizada pelos inquilinos foi o fiador, que respondeu por quase metade das locações efetuadas: 46%. Boa parte dos inquilinos (36%) recorreu ao depósito de até três aluguéis, enquanto o seguro-fiança foi a modalidade adotada em 18% dos contratos assinados.

O Índice de Velocidade de Locação, que avalia o número de dias que se espera até que seja assinado o contrato de aluguel, registrou período de ocupação de 18 a 45 dias. Os imóveis alugados mais rapidamente foram as casas e os sobrados: 18 a 43 dias. Os apartamentos tiveram um ritmo de escoamento mais lento, entre 25 e 51 dias.

Análise do Tucuruvi

Mensalmente, a Pesquisa Locação Residencial do Secovi-SP analisa dados históricos dos valores negociados por bairros. Neste mês, a região analisada é o Tucuruvi.

De acordo com a pesquisa, os imóveis em bom estado de conservação, com vaga de garagem e que foram contratados em outubro no bairro registraram valor médio por metro quadrado de R$ 21,87 (1 dormitório); R$ 22,83 (2 dormitórios) e de R$ 21,63 (3 dormitórios).

A variação dos valores de locação residencial acumulada no período de outubro de 2010 a outubro  de 2016, na região do Tucuruvi, foi de 56,7% para os imóveis de 1 dormitório; 48,8% para os de 2 dormitórios e 42,5% para os de 3 dormitórios.

Confira a pesquisa completa.

Autor: Rosana Pinto

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas