Institucional

Construção civil e imobiliária rejeitam aumento dos preços do cimento


Entidades patronais têm apoio dos trabalhadores do setor. Concreto e  outros insumos também aumentaram
Preço do insumo interfere na produção imobiliária

O Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de São Paulo), a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e o SindusCon-SP (Sindicato da Construção) vêm a público manifestar que consideram inadmissíveis  e inoportunos os pretendidos aumentos de preços dos fabricantes de cimento, de concreto e de outros insumos.

Neste momento em que a crise econômica derivada da pandemia de Covid-19 se agrava com o fechamento de empresas, demissões ou reduções de jornadas e salários e suspensões de contratos de trabalho, a responsabilidade do governo e dos agentes produtivos é de gerar e manter empregos, e não de elevar preços.

Como a própria indústria do cimento admite, suas vendas cresceram nos últimos meses. A inflação e os juros estão nos patamares mais baixos de sua história.

Majorar os preços do cimento e do concreto, e de qualquer outro insumo da indústria da construção, tanto para as obras privadas como para as obras públicas massivamente geradoras de empregos, é uma atitude que vai na contramão da necessidade de retomarmos o mais brevemente possível o desenvolvimento nacional.

Se efetivados, os aumentos de insumos sem dúvida resultarão em mais desemprego, ao trazer prejuízos às obras em andamento e acarretar maiores gastos nas obras públicas por parte da União, Estados e Prefeituras que já estão com seus orçamentos comprometidos. A geração de empregos em novas obras e reformas também será afetada negativamente.

Trabalhadores e empresas da construção solicitam que as indústrias cimenteira, de concreto e de outros insumos revejam suas decisões, pois não aceitarão um aumento de preços no atual ambiente econômico e social, que seria profundamente prejudicial ao país.

Assinam esse manifesto: 

Luiz Antonio França - Presidente da Abrainc

Basílio Jafet - Presidente do Secovi-SP

Odair Senra - Presidente do SindusCon-SP

Antonio de Sousa Ramalho - Presidente do Sintracon-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas