Administração de Condomínio

Em palestras no Secovi-SP, engenheiros explicam sobre AVCB e as normas regulamentadoras e técnicas 


Hubert Gebara, Sérgio Meira de Castro Neto e Ricardo Gonçalves esclareceram as principais dúvidas de síndicos e de funcionários de condomínios e administradoras 
  Os engenheiros Gebara, Meira e Gonçalves respondem as dúvidas da plateia

Mais de 230 pessoas estiveram na noite da última sexta-feira (25/5) na sede do Secovi-SP em mais uma edição do Ciclo de Palestras para Condomínios, que abordou as principais obrigatoriedades legais do condomínio.

Os engenheiros Hubert Gebara, também vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios da entidade; Sérgio Meira de Castro Neto, diretor de Condomínios dessa vice-presidência; e Ricardo Gonçalves, especialista em gerenciamento de empreendimentos imobiliários, esclareceram as principais dúvidas de síndicos e de funcionários de condomínios e administradoras.

"São inúmeras as normas e leis que dizem respeito aos condomínios e é impossível saber tudo. Por isso, o síndico deve ter o cuidado de eleger uma administradora idônea e atuante para assessorá-lo no dia a dia, inclusive, na contratação de serviços de obras, reparos e manutenção prediais", asseverou o vice-presidente. 

"Estou muito feliz em ver a casa cheia. Mais uma vez, acertamos no tema", disse Sérgio Meira, chamando a atenção para os incêndios ocorridos na Boate Kiss em 2013 e, este ano, no prédio no Centro de São Paulo. 

"Muitas pessoas na Boate Kiss morreram asfixiadas, porque não conseguiram sair do local. Não tinha sinalização, não havia rota de fuga, os extintores não funcionavam, entre outras irregularidades", relembrou, destacando que "cada vez que nós recarregamos os extintores e fazemos a manutenção das mangueiras dos hidrantes, estamos investindo em segurança. Não é gasto. É investimento."

Meira também salientou a importância de cada condomínio desenvolver um plano de manutenção de médio e longo prazos para que todos tenham tranquilidade e consiga fazer com que o patrimônio seja mantido e valorizado, trazendo qualidade de vida para os moradores e usuários. 

Em seguida, Ricardo Gonçalves iniciou sua explanação, contextualizando o negócio imobiliário. "O terreno é a matéria-prima do negócio imobiliário, que começa com a incorporação imobiliária, que é regulada pela Lei 4.591/1946.

Ao falar sobre a constituição do condomínio edilício, regido pelo Código Civil (Lei 10.406/2002), o engenheiro detalhou as principais obrigatoriedades que afetam a gestão do condomínio, como as normas regulamentadoras (NRs) do Ministério do Trabalho e as normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Ele também falou sobre a importância do plano de manutenção do condomínio e quais as exigências para a emissão e renovação do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). 

Gonçalves ilustrou ainda com fotos e reprodução de cases reais as possíveis e imprevisíveis situações que podem ocorrer ou ser evitadas no condomínio, levando em conta a manutenção preventiva, de rotina, emergencial, ou preditiva no edifício.

Por fim, os três engenheiros responderam os principais questionamentos do público, que concorreu ao sorteio de vários brindes oferecidos pelos patrocinadores.
 
Confira as fotos do evento no Flickr

 

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP 


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas