Institucional

Especialistas debatem o desenvolvimento orientado pelo transporte de massa


Exemplos bem-sucedidos de Londres e da Cidade do México foram apresentados no Fórum Urbanístico Internacional, que está há mais de dez anos na grade da Convenção Secovi
Secretária Heloísa Proença abriu o Fórum Urbanístico 

Na tarde desta segunda-feira, 28/8, foi realizado mais um Fórum Urbanístico Internacional dentro da Convenção Secovi. No painel foi debatido o modelo de DOT - desenvolvimento orientado pelo transporte de massa. O mecanismo de indução de adensamento e qualificação das cidades nas áreas de concentração de transporte público está em vias de ser adotado na capital paulista e se tornar a primeira parceira público-privada do município.

A secretária municipal de Urbanismo e Desenvolvimento de São Paulo, Heloísa Proença, falou das políticas públicas da gestão atual e que estão em curso, como revisão da Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (Lei de Zoneamento), revisão da Operação Urbana Água Branca e a proposta de PIU (Projeto de Intervenção Urbana) do Arco Jurubatuba, cujos projetos de lei serão encaminhados para a Câmara em outubro, de acordo com previsão da secretária. Este mesmo cronograma será obedecido pelos PIUs dos terminais municipais de ônibus Capelinha, Campo Limpo (ambos na zona sul) e Princesa Isabel (centro), todos em consulta pública no site Gestão Urbana.

“Queremos torná-los polos regionais de desenvolvimento econômico, favorecendo, principalmente, a população local”, ressaltou a secretária, que disse acreditar nesse novo modelo de concentração do adensamento onde há mais infraestrutura instalada.

O diretor da SP Urbanismo, arquiteto Carlos Leite, detalhou os projetos de concessão dos terminais de ônibus apresentados há 15 dias e explicou a oportunidade do chamamento público para a iniciativa privada. Ele dividiu os benefícios em três: requalificação, modernização e exploração comercial dos espaços dos terminais; exploração comercial das edificações nos terminais, como shopping centers; e requalificação e criação de oportunidades de desenvolvimento do território urbano e imobiliário. “O PIU é uma legislação potente.”

Sol Camacho apresentou exemplos do México e de Londres

Sol Camacho, arquiteta e urbanista mexicana radicada em São Paulo há seis anos, apresentou os cases de concessão de terminais de ônibus que deram certo na Cidade do México – e que têm similaridades com os espaços da cidade de São Paulo –, e o exemplo emblemático de King’s Cross, em Londres. Ela diz que esse modelo inverte a lógica de desenvolvimento, pois mantém o transporte nos terminais, utilizando-os como meios de revitalizar os espaços e induzir a criação de novos modelos residenciais, atraindo e mantendo as pessoas nesses locais.

Ela ressaltou que para construir cidades de maneira bem-sucedida, muitos atores devem participar ativamente desse processo e que as intervenções só acontecem por meio de parcerias. “O maior desafio no México foi juntar o setor privado com o poder público”, disse Sol Camacho. Porém, a experiência de lá pode ser um bom exemplo para São Paulo, onde parcerias são mais fáceis de acontecer.

Debates do novo modelo de revitalização foram produtivos

Ricardo Bargieri, secretário adjunto da Secretaria municipal de Desestatização e Parcerias, falou que a Pasta elegeu dez projetos prioritários para impactar financeiramente e socialmente a cidade, além de dar celeridade e cumprir promessas de campanha da Prefeitura. Dentre eles está o de concessão dos terminais de ônibus para a iniciativa privada. Além de desonerar os cofres públicos, o projeto visa garantir qualidade aos usuários. “Daremos novos usos para os terminais.”

O painel foi coordenado por Hamilton Leite, da Universidade Secovi, e os debates organizados por João Crestana, do Conselho Consultivo da entidade.

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas