Institucional

Estratégias bem gerenciadas consagram o FII Hotel Maxinvest


Case destaca-se por ter sido concebido em cenário econômico desfavorável, de escassez de crédito e alto custo de oportunidade

PROFISSIONAL – SOLUÇÕES FINANCEIRAS

Fundo de Investimento Imobiliário Hotel Maxinvest | BTG Pactual e HotelInvest | São Paulo - SP

Fernando Crestana, Gilberto Duarte de Abreu, Farook Mahmood e Diego Canteras

O case apresenta a transação imobiliária do Fundo de Investimento Imobiliário Hotel Maxinvest referente à aquisição de 153 unidades hoteleiras em seis diferentes hotéis na cidade de São Paulo, em meados de 2016. A negociação bem-sucedida resultou em desconto de 51% em relação aos valores de laudo à data da compra dessas unidades.

O case destaca-se por tratar de um negócio concebido em cenário desfavorável da economia, com escassez de crédito e alto custo de oportunidade para a imobilização de recursos, e em momento em que os Fundos Imobiliários estavam, há anos, sem uma emissão expressiva para investimento em ativos reais. Estamos falando da HotelInvest que, em 2016, lançou uma nova oferta de cotas do Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest, estruturado no ano de 2007 com o intuito de aproveitar um momento único da hotelaria de São Paulo e proporcionar aos investidores de Fundos Imobiliários um produto financeiro com perspectiva de rentabilidade ligada ao processo de forte recuperação dos valores ativos hoteleiros na capital paulista.

O Fundo começou a fazer as primeiras aquisições em 2007, concomitante à oferta pública de suas cotas. Em 2010, destacava-se como o segundo fundo imobiliário mais rentável do Brasil e, no primeiro semestre de 2011, o primeiro mais rentável, alçando ganho de 29,65%. A partir de então, o fundo iniciou o que seria um longo ciclo de desinvestimentos, seguindo sua estratégia original de apropriação de valor ao cotista, em razão da valorização de suas unidades hoteleiras.

Buscando maximizar o ganho final aos cotistas, a estratégia focava em fazer as vendas das unidades de maneira gradual, realizando o lucro e, assim, devolvendo o capital aplicado inicialmente e esse lucro, ambos isentos de tributação ao cotista.

A partir de 2015, com o esfriamento da economia brasileira, as vendas tiveram seu ritmo desacelerado e os gestores voltaram sua atenção para explorar novas oportunidades de criação de valor, como a transação abordada no presente case. Com estratégia definida em conjunto pela gestora HotelInvest, referência em assessoria em investimentos hoteleiros na América do Sul, e pelo BTG Pactual, maior gestor de ativos independente da América Latina e o maior administrador e gestor de Fundos Imobiliários no Brasil, o fundo obteve o melhor desempenho dentre todos os 127 Fundos Imobiliários negociados na Bolsa, no período compreendido entre maio de 2016 a abril de 2017, considerando-se rendimentos e valorização do preço da cota a mercado, com rentabilidade de 84,1%.

Em paralelo, a base de investidores do Fundo mais do que dobrou no mesmo período, partindo de uma base de 2.184 para 5.716 investidores. Ao final de abril de 2017, o Hotel Maxinvest possuía um patrimônio líquido de R$ 158 milhões. Em seu portfolio, o Fundo possui, atualmente, 441 unidades distribuídas por 23 diferentes hotéis.

Veja as fotos da cerimônia de entrega do Master Imobiliário 2017.

Galeria dos Vencedores.

Autor: Secovi-SP e Fiabci-Brasil

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas