Institucional

Governo do Estado realiza 2º Feirão Morar Bem, Viver Melhor em outubro


Evento terá investimento de R$ 37,6 milhões para oferecer cheque-moradia aos beneficiários de auxílio-moradia da CDHU e servidores estaduais

O Governo do Estado irá realizar a segunda edição do Feirão Morar Bem, Viver Melhor nos dias 20, 21 e 22 de outubro, no São Paulo Expo. Durante o evento, serão disponibilizados R$ 37,6 milhões para que beneficiários do auxílio-moradia da CDHU e servidores estaduais tenham um cheque-moradia, um subsídio estadual de até R$ 40 mil, para comprar imóveis de até R$ 220 mil. O Feirão Morar Bem, Viver Melhor será aberto para toda a população interessada na aquisição da casa própria.

“O setor da Habitação começa a se recuperar dos efeitos da grave crise econômica. Por isso, o Feirão Morar Bem, Viver Melhor é muito oportuno para viabilizar o sonho da casa própria para famílias de baixa renda neste momento de retomada e baixa de preços”, diz o secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia.

O evento será organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Habitação, em parceria com Secovi-SP (Sindicato da Habitação), SindusCon-SP (Sindicato da Construção) e Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias).

O cheque-moradia é voltado para funcionários públicos estaduais, ativos e inativos, dos poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário, com renda familiar bruta de até R$ 5.280, e os beneficiários do auxílio-moradia - que recebem até R$ 400 por mês. O valor dos cheques varia de R$ 5 mil a R$ 40 mil, de acordo com a renda mensal das famílias e a região do Estado em que está localizado o imóvel. Os subsídios só poderão ser utilizados durante o Feirão. O interessado não pode ser proprietário de imóvel residencial ou ter recebido atendimento habitacional anterior.

Subsídios para a compra de imóveis novos

 

 

 

 

 

 

 

O Feirão terá a venda de apenas imóveis novos, em condições vantajosas para servidores públicos e beneficiários do auxílio-moradia. Poderão ser unidades prontas, em obras ou lançamentos na planta. As incorporadoras oferecerão desconto no valor dos imóveis, além de custear a documentação necessária, como registro do imóvel e pagamento do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis). Com isso, os compradores terão mais oportunidades para conseguir financiamento habitacional do restante do valor do imóvel na Caixa Econômica Federal.

Feirão - A primeira edição foi realizada no Ginásio do Ibirapuera, no dia 5 de novembro do ano passado. Foram emitidos 782 cheques moradia – sendo 749 para servidores públicos e 33 para beneficiários do auxílio moradia. Isso representa um investimento de R$ 18,4 milhões do Governo do Estado a fundo perdido.

Desse total de 782 imóveis comercializados, 429 foram na capital, outros 100 em Cotia, mais 82 em Guarulhos, 40 em Suzano, 30 em Francisco Morato, 17 em Itaquaquecetuba, 12 em Sorocaba, 9 em Assis e em Mauá, 7 em Barretos, 6 em Olímpia, 5 em São José dos Campos, Jandira e Osasco, 4 em Bauru, 3 nas cidades de Salto, Praia Grande e Piracicaba, 2 em Pindamonhangaba, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, e 1 em Diadema, Franca, Ribeirão Preto, Taubaté, Americana, Campinas e São Carlos.

Os subsídios do Cheque-Moradia e dessas faixas do programa federal serão cumulativos. O Feirão é um evento de apoio ao crédito habitacional que oferece condições para que mais famílias de baixa renda realizem o sonho da casa própria. Além disso, direciona estoques de unidades habitacionais, que se acumularam durante a atual crise econômica, e contribui para a retomada do crescimento do setor imobiliário e para a geração de empregos. O evento também estará aberto para comercializar empreendimentos das faixas 1,5 e 2 do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

Cadastro - Para poder usar o Cheque-Moradia, os funcionários públicos estaduais deverão fazer um cadastro prévio no site da Secretaria de Estado da Habitação (www.habitacao.sp.gov.br), que conta com um banner do 2º Feirão Morar Bem, Viver Melhor. O site tem todas as informações sobre o benefício, inclusive a lista dos documentos que precisam ser levados no Feirão e as regras para participar. Além disso, foram cadastrados os beneficiários do auxílio-moradia que se enquadram no programa.

O Cheque-Moradia terá validade de 90 dias, prazo estimado para viabilizar as contratações iniciadas durante o evento e assinatura de contrato de financiamento habitacional com a Caixa Econômica Federal. Após o comprador contratar o imóvel com o incorporador, não será possível alterar o imóvel em que o interessado usará o subsídio.

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP

Comente essa notícia


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas