Compra e Venda

Lançamentos de imóveis crescem 68,3% em Jundiaí


Levantamento do Secovi-SP apurou 1.262 unidades lançadas e 1.046 imóveis vendidos em 12 meses na cidade. Valores movimentados pelo mercado imobiliário aumentaram 33% no período 
         Ricardo Benassi apresenta os dados do Estudo de Mercado de Jundiaí

O mercado imobiliário de Jundiaí está em ritmo de recuperação. No período entre dezembro de 2018 e novembro de 2019, foram lançadas 1.262 unidades na cidade, volume 68,3% maior do que no período anterior, quando os lançamentos totalizaram 750 residências. Os dados fazem parte do Estudo Secovi do Mercado Imobiliário, que acompanha o desempenho de lançamentos e vendas de imóveis residenciais novos na cidade. O levantamento é desenvolvido por Robert Michel Zarif, em parceria com o Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação. Os números foram divulgados na noite desta segunda-feira, 2/12, durante o Encontro Secovi do Mercado Imobiliário de Jundiaí, realizado na cidade. 

No mesmo intervalo de tempo, 1.046 imóveis novos foram comercializados no município. O resultado representa uma queda de 3,1% em relação às 1.080 residências vendidas e contabilizadas no levantamento anterior. A cidade de Jundiaí também registrou a oferta de 555 unidades em estoque, disponíveis para venda em novembro de 2019, o que representa um crescimento de 8,4% sobre o estudo passado (512 unidades). Este total é formado por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque) lançados nos últimos 36 meses (dezembro de 2016 a novembro de 2019). Em relação ao VGV (Valor Global de Vendas), o montante movimentado entre dezembro de 2018 e novembro de 2019 totalizou R$ 406,1 milhões, volume 33% superior ao registrado no período anterior, quando atingiu a marca de R$ 305,3 milhões.

Destaques – Em termos de lançamentos, tiveram mais relevância os imóveis de 3 dormitórios (542 unidades), avaliados entre R$ 230 mil e R$ 500 mil (704 unidades), e com metragem variando entre 45m² e 65m² (556 unidades).  Já em relação aos mais vendidos, destacaram-se os imóveis de 2 dormitórios (373 unidades), com valor estimado entre R$ 230 mil e R$ 500 mil (626 unidades), e área útil de 45m² e 65m² (573 unidades). O maior VGV (R$ 171 milhões) ficou com os imóveis de 3 quartos. Já o melhor desempenho em termos de VSO (Vendas Sobre Oferta) foi verificado na tipologia de 2 dormitórios econômicos, que atingiu 91,8%.

Cenário – Para o representante do Secovi-SP em Jundiaí, Ricardo Benassi, os dados, principalmente os relativos aos lançamentos e ao VGV, mostram que o mercado imobiliário da cidade está em franca recuperação. “O crescimento detectado nestas áreas demonstra a tendência positiva que deve se perpetuar nos próximos anos. Além disso, o aumento da procura por imóveis de 2 e 3 dormitórios também confirma o momento de valorização do mercado imobiliário de Jundiaí e a consequente expansão dos valores movimentados pelo setor”, analisa. Outro ponto favorável que ajudou a alavancar o setor neste ano, segundo ele, foi a queda da taxa Selic. “Com isso, aumentou o potencial econômico das famílias brasileiras, que passaram a ter mais acesso à compra da casa própria. O resultado já pode ser visto nas vendas de imóveis registradas na cidade e também em outras regiões. Com as melhorias no ambiente econômico nacional, acreditamos que o setor será muito beneficiado no próximo ano”, aposta.

Confira o estudo na íntegra

    Celso Petrucci aborda as pespectivas para o setor em 2020

Após a apresentação dos dados, os participantes puderam conferir a palestra de Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP e presidente da CII/CBIC (Comissão da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção), sobre “Perspectivas do mercado imobiliário para 2020”, em que analisou o cenário atual e as possibilidades futuras para o setor.  O vice-presidente do Interior do Secovi-SP, Frederico Marcondes César, e o presidente da Proempi, Paulo Oliva, também estiveram presentes.

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas