Locação

Número de ações locatícias cresce 4% em São Paulo


Em agosto, foram protocolados 1.469 processos judiciais relacionados ao mercado de locação, a maioria por falta de pagamento do aluguel
      A maioria dos processos foi motivada pela falta de pagamento do aluguel

De acordo com dados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) obtidos pelo Secovi-SP, em agosto, foram protocoladas 1.469 ações relacionadas ao mercado de locação na capital paulista, um aumento de 4% em relação ao mês de julho (1.413 ações). Em comparação com agosto de 2018, quando foram contabilizados 1.414 processos, a alta atingiu 3,9%.
 
As ações por falta de pagamento de aluguel responderam por 89,9% dos casos, com 1.320 ações. As ações ordinárias/despejo apareceram na segunda posição, com 74 ações e participação de 5%. As renovatórias e as consignatórias participaram, respectivamente, com 64 (4,4%) e 11 (0,7%) processos.

Acumulado – De janeiro a agosto de 2019, as 10.875 ações contabilizadas representaram um ligeiro aumento de 0,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram  registradas 10.861 ocorrências. No período de setembro de 2018 a agosto de 2019, o levantamento apurou 16.064 casos, superando em 0,2% o total acumulado no período de setembro de 2017 a agosto de 2018 (16.024 ações).

Confira o levantamento completo.

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas