Locação

Número de ações locatícias diminui 9,8% em novembro


Segundo levantamento do Secovi-SP, foram ajuizadas 848 ações relacionadas ao mercado de locação, uma queda de 9,8% frente às 940 ações protocoladas em outubro
     Em novembro, as ações por falta de pagamento de aluguel foram
     responsáveis por 88,7% dos casos, com 752 ações.

De acordo com levantamento do Secovi-SP junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em novembro do ano passado foram ajuizadas 848 ações relacionadas ao mercado de locação na capital paulista. O volume representa uma diminuição de 9,8% comparado ao mês de outubro, quando foram protocolados 940 processos. Em relação a novembro de 2020 (738 ações), o recuo foi maior: 14,9%.  

Em novembro, as ações por falta de pagamento de aluguel foram responsáveis por 88,7% dos casos, com 752 ações. Ordinárias/despejo totalizaram 47 ações (5,5%); renovatórias contabilizaram 42 ações (5%) e consignatórias chegaram a 7 processos (0,8%).
 
O total de ações protocoladas entre janeiro e novembro de 2021 foi de 11.187 casos, uma queda de 8,1% diante do acumulado no período anterior com 12.179 ações. O total de ações ajuizadas entre dezembro de 2020 a novembro de 2021 foi de 12.197 casos, 8% a menos que as 13.256 ações ajuizadas no intervalo anterior.

Confira o levantamento completo.

 

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • UniSecovi