Compra e Venda

Painel da Convenção debate o futuro da intermediação imobiliária


Influência da tecnologia e do público jovem foram pontos de partida para as discussões
Flávio Prando: é preciso encontrar meios de entregar mais-valia
para os clientes e fazer que isso seja percebido

“A imobiliária do futuro e o futuro da imobiliária” foi o tema de uma das palestras da Convenção Secovi na tarde desta terça-feira. Flávio Prando, vice-presidente de Intermediação Imobiliária do Secovi-SP, provocou a plateia para fazer um exercício de futurologia.

Nesse cenário, um consumidor pediria para uma inteligência artificial pesquisar um imóvel com determinadas características. Encontrado o produto, a ferramenta ofereceria a possibilidade de visitar o apartamento via holograma. Satisfeito com o que viu, o cliente faria uma proposta, cujo aceite do vendedor seria dado através da blockchain. Efetuado o pagamento com criptomoedas, a transação estaria consumada, sem que, em nenhuma dessas etapas houvesse a participação de corretor de imóveis.

“A boa notícia é que essa realidade nos parece distante; mas, a má, ocorre que toda essa tecnologia já está pronta", afirmou o dirigente do Secovi-SP. “Precisamos encontrar meios de entregar mais-valia para nossos clientes e fazer com que esse valor seja percebido por eles”, ressaltou, em alusão às oportunidades trazidas pelas tecnologias.

George Jalil, presidente do Conselho da Miami Association of Realtors (MAR), afirmou que os avanços tecnológicos não poderão substituir o trabalho do corretor de imóveis e das imobiliárias.

“Comprar uma casa é algo extremamente complexo. Há uma série de aspectos inerentes a esses processos que são característicos da intermediação”, disse, referindo-se a questões como precificação, contratos e, acima de tudo, o contato humano.

Para Patricia Anglero, presidente do Conselho do Condado de Broward da MAR, uma das formas de as imobiliárias se manterem no mercado é mirar na geração Z e nas convicções que norteiam seu consumo. “Nove em cada dez jovens dessa geração mudam de marca de produto e serviço simplesmente pelo o fato de se identificarem mais com o que aquela empresa é e faz”, aduziu.

A Convenção Secovi tem o patrocínio da Atlas Schindler, Intelbras, Porto Seguro, Apemip, OLX e SegImob. 

Acesse aqui as apresentações do evento.

Confira as fotos do painel em nosso flickr.

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas