Institucional

Perspectivas para o mercado imobiliário do Grande ABC


Os desafios e as expectativas para a recuperação do setor após a pandemia

A Live Secovi-SP promovida pela vice-presidência do Interior nesta terça-feira, 30/6, abordou as expectativas do setor para a retomada do mercado imobiliário na região do Grande ABC, após o retorno gradual de vários setores da atividade econômica. Durante a transmissão, Milton Bigucci Júnior, presidente da Acigabc (Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC) e representante do Secovi-SP na região, contou que, assim como na capital paulista, o mercado imobiliário do Grande ABC estava num processo de retomada muito forte até o início de março deste ano. Porém, a decretação da quarentena em todo o Estado de São Paulo paralisou o setor. “As vendas zeraram e todos ficaram assustados porque, em geral, este é o último setor a voltar à normalidade após uma recessão”, afirmou.

O dirigente disse, ainda, que a classificação da construção civil como atividade essencial - o que permitiu que os canteiros de obras não parassem durante a quarentena -, foi fundamental para deixar o cliente mais confiante de que o cronograma de obra não seria comprometido e que o setor voltaria logo à normalidade. Essa confiança por parte do consumidor, segundo ele, levou a um impulso nas vendas a partir de maio. “Estávamos com quatro lançamentos previstos para o segundo semestre deste ano e que chegaram a ser suspensos quando houve a decretação da quarentena. Agora, já estamos pensando em retomar a ideia original”, enfatizou Bigucci, que projeta uma retomada muito forte no ABC e com grandes perspectivas de alcançar, em janeiro de 2021, os mesmos patamares de negócios obtidos no início deste ano. 

Aprendizados - Convidado da live, Bruno Gusman Patriani, vice-presidente da Acigabc, destacou algumas melhorias que estão sendo inseridas nos projetos de novos empreendimentos a partir das experiências vividas durante a pandemia. “As varandas nunca foram tão importantes, assim como as guaritas, que passarão por reformulações para o melhor recebimento e armazenamento de refeições encomendadas via aplicativo”, disse. Além disso, ele também prevê a possibilidade do salão de festas do condomínio tornar-se um espaço multiuso durante a semana, com wi-fi de boa qualidade e tomadas embaixo das mesas, para que os moradores possam utilizar o local como uma espécie de coworking. Outro vice-presidente da Acigabc, Nilson Aparecido Ferreira, pontuou, como aprendizado do período, a reinvenção do papel do corretor de imóveis. “Temos profissionais de 22 a 70 anos, que aprenderam a dominar as ferramentas tecnológicas e atuam com muito mais segurança e velocidade neste novo mercado”, finalizou.  

Acesso o nosso canal no Youtube e acompanhe as lives semanais do Secovi-SP.

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas