Institucional

Secovi-SP e demais entidades elaboram propostas à Prefeitura de São Paulo


Material foi entregue aos candidatos ao governo municipal e está disponível para todos os cidadãos paulistanos
Material elaborado por entidades do setor imobiliário

Secovi-SP, Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura), IE (Instituto de Engenharia) e SindusCon-SP (Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo) desenvolveram trabalho de profundidade, que apresenta contribuições para o bom desenvolvimento urbano da cidade de São Paulo, além de sugestões para reativar e fomentar a oferta de moradias.

De forma bem objetiva, o trabalho traz diretrizes para operações e projetos de intervenção urbana, novas centralidades, produção de habitações econômicas, retrofit, verticalização, adensamento, ajustes em legislações visando ao melhor aproveitamento do território a fim de produzir uma cidade mais inclusiva, funcional, inteligente e amigável.

Outras propostas são indicativas, ou inspiradoras, pensando em como São Paulo pode ser a usina da economia criativa, promover interações com diversas variáveis, requalificar o espaço público, resgatar a modernidade urbana.

“O trabalho apresenta medidas de curto, médio e longo prazos para compor o programa de governo de nosso futuro prefeito”, explica Basilio Jafet, presidente do Secovi-SP.

Ele recomenda que todos leiam e estudem as propostas, para que sejam agentes de transformação e reverberação das proposições e porta-vozes dessas ideias. “Elas ajudam, sim, nossas atividades, na medida que beneficiam a cidade e a sociedade paulistana ", ressalta Claudio Bernardes, do Conselho Consultivo do Secovi-SP.

Confira o conteúdo das propostas, que têm apoio de Abemi (Associação Brasileira de Engenharia Industrial), Abifer (Associação Brasileira da Indústria Ferroviária), Abrasip (Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais), Abrinstal (Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações), ADIT Brasil (Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil), ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil), Aelo (Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento do Estado de São Paulo) , Apeop (Associação para o Progresso de Empresas de Obras de Infraestrutura Social e Logística), Brasinfa (Associação Brasileira dos Sindicatos e Associações de Classe de Infraestrutura), Fiabci-Brasil (Federação Imobiliária Internacional), Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva), Sinicesp (Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo), Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração).

 

Autor: Assessoria de Comunicação - Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas