Compra e Venda

Vendas de imóveis crescem 92% em Campinas


Levantamento do Secovi-SP apurou, ainda, aumento de 29,7% no lançamentode unidades em 12 meses na cidade
Marcelo Coluccini apresenta o Estudo Secovi do Mercado Imobiliário de Campinas

O Estudo do Mercado Imobiliário de Campinas, realizado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) em parceria com a Robert Michel Zarif Assessoria Econômica, apurou que, entre agosto de 2018 e julho de 2019, foram comercializados 3.827 imóveis novos no município. O resultado representa uma elevação de 92% em relação às 1.993 residências vendidas e contabilizadas no levantamento passado. Nesse mesmo intervalo, foram lançadas na cidade 4.467 unidades, volume 29,7% superior ao período anterior, quando os lançamentos totalizaram 3.445 residências. Os números foram divulgados na noite desta quinta-feira, 19/9, durante o Encontro Secovi do Mercado Imobiliário de Campinas, realizado no Hotel The Royal Palm Tower.

Em termos de estoque, Campinas encerrou julho de 2019 com a oferta de 3.056 unidades disponíveis para comercialização. O montante corresponde a um crescimento de 3,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando houve o registro de 2.959 imóveis não vendidos. Esta oferta é formada por unidades na planta, em construção e prontas (estoque), lançadas nos últimos 36 meses (agosto de 2016 a julho de 2019). No levantamento, os imóveis de 2 dormitórios econômicos destacaram-se em todos os indicadores, entre agosto de 2018 e julho de 2019, registrando a maior quantidade de lançamentos (3.111 unidades), de vendas (2.820 unidades), de oferta final (1.827 unidades) e o maior VGV (R$ 509,1 milhões).
 
Para o diretor regional do Secovi em Campinas, Marcelo Coluccini, o mercado imobiliário da cidade passa por um momento de grande fortalecimento desde o ano passado, e as condições são favoráveis para a manutenção deste cenário. “O significativo aumento das vendas e o crescimento dos lançamentos superaram as expectativas do setor. Por conta disso, as empresas vêm se preparando para esse novo momento e muitos projetos estão em fase de aprovação na cidade, o que deve evitar o esgotamento de unidades em estoque”, afirma. Além disso, segundo ele, a atual legislação urbana de Campinas, a redução dos juros e as recentes medidas de incentivo ao crédito imobiliário contribuem para o incremento da atividade imobiliária em toda a região. 

VGV (Valor Global de Vendas) – Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o VGV totalizou R$ 1,099 bilhão, volume 50,7% superior ao registrado no levantamento passado, quando atingiu a marca de R$ 730 milhões. Nos mesmos 12 meses, o indicador VSO (Vendas sobre Oferta) – que apura a porcentagem de vendas em relação ao total de unidades ofertadas – ficou em 55,6%, representando crescimento de 38,3% em relação aos 40,2% apontados no período anterior.
 
Período de 36 meses – Considerando-se todo o período de estudo em Campinas, de agosto de 2016 a julho de 2019, os lançamentos totalizaram 9.849 imóveis residenciais, sendo que, destes, foram comercializadas 6.793 unidades. As vendas resultaram em um montante de R$ R$ 2,147 bilhões. O produto que mais se sobressaiu no período, em lançamentos e vendas, foi o de imóveis de 2 dormitórios econômicos, com metragem de até 45 m² de área privativa e preço inferior a R$ 230 mil.
 
Confira o estudo na íntegra

Secretário Vinícius Issa Lima Riverete durante o
Encontro Secovi do Mercado Imobiliário

Centenas de pessoas estiveram presentes para acompanhar também a palestra do secretário municipal de Habitação e presidente da Cohab Campinas (Companhia de Habitação Popular), Vinícius Issa Lima Riverete, que abordou o tema “Lei Complementar 184/2017 – Ehis/Cohab”, que trata do Empreendimento Habitacional de Interesse Social. 

 


 

 

 

Autor: Assessoria de Comunicação do Secovi-SP


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas