Preocupado com a destinação correta do lixo, o diretor da Regional Secovi em São José do Rio Preto, Alessandro Nadruz, trouxe para a entidade a palestra “Diretivas da Política Nacional de Resíduos Sólidos”. Nem a chuva atrapalhou os interessados em participar do evento, realizado no dia 25/11.

O sanitarista da Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental), José Mário Ferreira de Andrade, expôs os desafios diários que síndicos, subsíndicos, administradores e condôminos precisam enfrentar para se adequarem à Lei Federal 12.305. Esta lei determina que materiais sólidos passem obrigatoriamente por reciclagem, reúso, compostagem ou aproveitamento energético.

Segundo ele, a legislação contribui para a preservação do meio ambiente ao estabelecer o descarte adequado de baterias automotivas, lâmpadas fluorescentes, óleo lubrificante, garrafas pets, entulhos de construção civil e podas de árvores, por exemplo. “Nós somos diretamente responsáveis pelo lixo gerado. É natural que sejamos responsabilizados pela destinação dele. Não basta só reciclar, é necessário repensar o consumo para evitar o desperdício”, sugere.

O ingresso para a palestra foi a doação de um brinquedo novo ou em bom estado. Desde outubro, eventos promovidos pela Regional arrecadaram itens para a Campanha do Brinquedo 2014 do Projeto Ampliar. Os donativos foram entregues, no dia 18/12, à “Associação Beneficente Centro Espirita Fé, Amor e Caridade”, que os reverteu às crianças carentes assistidas pela entidade.