Em 5/5, a Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), presidida pelo vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP, Flávio Prando, realizou em Brasília o encontro Reabilitação e Renovação Urbana – desafios e oportunidades.     Foram destacados os benefícios econômicos, sociais e ambientais das obras de retrofit. “O retrofit é uma opção de combate ao imóvel parado, considerado um crime social”, destacou Flávio Prando.

Durante o evento, também foi apresentada a experiência portuguesa sobre reabilitação urbana, em Lisboa, pelo diretor geral do RockBuilding, Almeida Guerra, bem como cases de sucesso de reabilitação por meio do retrofit, em Belo Horizonte (MG), pelo líder do projeto Reabilitação das Áreas Urbanas Centrais da CII/CBIC, Teodomiro Diniz Camargos.

As experiências apresentadas integrarão um estudo sobre reabilitação de áreas urbanas centrais que a CII/CBIC entregará nos próximos dias ao Ministério das Cidades. O documento indica a grande demanda por espaço nas grandes cidades e uma série de desafios a serem enfrentados como centros urbanos deteriorados; pressão por novos espaços para construir, e falta de capital para investir na expansão de infraestrutura urbana. O objetivo é propor a criação de um grande projeto nacional que contemple a requalificação dos centros urbanos e a recuperação de edifícios nas grandes cidades brasileiras.

“Os benefícios podem ser divididos e as dificuldades superadas com a participação do setor da construção civil juntamente com o Governo Federal, os Estados e os Municípios”, destaca o consultor da CBIC, João de Souza. Dentre as propostas da CBIC constam: legislação e normas específicas para obras de retrofit; reabilitação de edifícios incluída nos Planos Diretores das cidades; revisão do Código Civil para propriedades múltiplas nos condomínios; implantação do IPTU Progressivo nos grandes centros urbanos; unidades das obras de retrofit financiadas como unidades novas; linhas de crédito específicas para financiamento de obras de retrofit e revisão das Plantas de Valores Genéricos. 

Futuro das cidades – Nesta quinta-feira (07/04), no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília, a CII também promove o evento “Desenvolvimento Urbano em debate: comunidades planejadas e propostas em mobilidade urbana”. O encontro tem como objetivo discutir o futuro das cidades nos próximos 20/30 anos, com espaços ordenados para habitação, lazer, cultura, trabalho, educação, saúde e, principalmente, acessíveis para pedestres e ciclistas com os carros na garagem.

Participarão do debate agentes de mercado imobiliário, acadêmicos e planejadores urbanos, buscando a elaboração de agenda propositiva que apresente opções de ocupação ordenada do território, tendo como eixo condutor soluções em mobilidade urbana sustentável.

Durante o evento serão realizados painéis sobre “Comunidades Planejadas: concepção de MasterPlan, instrumentos e faseamento” e “Desafios do Mercado Imobiliário, Planejamento e Mobilidade Urbana”. Mais informações pelo telefone (61) 3327-1013 ou pelo email cerimonial@cbic.org.br.

Com informações da CBIC.