As entidades signatárias do programa Madeira é Legal, cujo objetivo é promover o uso da madeira legal e certificada junto ao setor da construção civil, estarão presentes na 21ª edição da Feicon Batimat – Salão Internacional da Construção, que ocorre entre os dias 10 e 14 de março em São Paulo (SP).

O programa Madeira é Legal, do qual o Secovi-SP é signatário, vai apresentar, na ocasião, um estande em que estarão expostos diversos trabalhos e resultados atingidos pelas entidades, assim como mostras de espécies madeireiras sustentáveis que podem ser utilizadas pelo segmento da construção civil. 

Além disso, uma série de atrações específicas estará disponível no estande, como um totem interativo com os conteúdos das publicações sobre os Programas AMAZÔNIA e o MADEIRA É LEGAL e também dos produtos FSC; e um estúdio que será estruturado pelo Sinduscon-SP.

A participação na Feicon Batimat é uma promoção do Conselho Brasileiro de Manejo Florestal (FSCâ Brasil), do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), do Sinduscon-SP, do Sindicato do Comércio Atacadista de Madeira de São Paulo (Sindimasp),  do WWF-Brasil e Rede Amigos da Amazônia (RAA)/Centro de Estudos em Administração Pública e Governo da Faculdade Getúlio Vargas (GVceapg/FGV). A ação possui apoio da Comunidade Europeia.

Mostras de produtos

Na programação está prevista uma agenda com temas estratégicos como:  compras públicas, mercado certificado, o Cadastro de Comerciantes de Madeira do Estado de São Paulo (Cadmadeira), e a cadeia produtiva da madeira legal e certificada. Também estão previstas mostras de produtos florestais certificados e a estruturação de uma plataforma de comércio entre os integrantes desta cadeia produtiva.

Segundo um dos operadores do programa, o analista de conservação Ricardo Russo, do WWF-Brasil, a participação na Feicon Batimat é uma grande oportunidade de mostrar, para o setor da construção civil, as possibilidades existentes no uso da madeira legal e certificada.

“Utilizando madeira de boa origem, os empresários e organizações ajudam na manutenção das florestas brasileiras, colaboram com a geração de renda de comunidades extrativistas e agregam valor aos seus produtos. Existe uma série de benefícios em seu uso”, disse Ricardo.

Pesquisadores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) estarão presentes no estande do programa Madeira é Legal exibindo amostras de madeira utilizadas na construção civil. Serão apresentadas amostras de espécies comumente utilizadas e outras menos conhecidas, sugeridas como alternativas àquelas pressionadas pela alta comercialização. Os pesquisadores poderão explicar ao público as diferentes propriedades e usos das espécies para o mercado, difundindo as características e vantagens deste material. Os interessados poderão manusear, comparar as amostras e ver, com o auxílio de uma lupa, as diferenças anatômicas entre as espécies, as quais conferem uma gama de utilização para a madeira.

Além disso, o IPT apresentará o Catálogo de Madeiras Brasileiras para a Construção Civil – uma lista de espécies madeireiras, originárias de operações florestais sustentáveis, que podem ser utilizadas no mercado para aumentar o uso sustentável deste recurso. A publicação foi elaborada sob a coordenação do engenheiro florestal Márcio Nahuz. 

Consciência

Para a secretária executiva do FSC Brasil, Fabíola Zerbini, o setor da construção civil tem responsabilidade direta na conservação da Amazônia. “O setor da construção civil é um dos maiores consumidores de madeira nativa do país. Suas atitudes, portanto, têm impacto direto na Amazônia. Por isso é fundamental que ele tome consciência da sua força, adquirindo madeira responsável para suas obras e se comprometendo com melhores práticas pela proteção do bioma amazônico”, afirmou.

Madeira é Legal

O programa Madeira é Legal foi criado em março de 2009. Ele é um protocolo de cooperação assinado por 23 instituições, e tem como objetivo incentivar e promover o uso da madeira de origem legal e certificada no estado de São Paulo.

Entre as diversas ações implementadas pelo programa estão a publicação de livros e manuais; a realização de capacitações para associações de classe, como construtoras e incorporadoras; a promoção de um workshop internacional com produtores da Colômbia; a realização de um estudo de viabilidade para aperfeiçoar a tributação da madeira no Estado de São Paulo; e participação em feiras especializadas.

Serviço

FEICON BATIMAT – SALÃO INTERNACIONAL DA CONSTRUÇÃO
Data: 10 a 14 de março de 2015
Local: Anhembi – São Paulo
Horário: Terça a sexta, das 11h às 20h; sábado, das 9h às 17h
Site: www.feicon.com.br