No Summit Imobiliário Brasil, realizado pelo jornal O Estado de S.Paulo e correalizado pelo Secovi-SP em 14/4, lideranças do setor em âmbito nacional e internacional avaliaram as grandes tendências do mercado e do desenvolvimento urbano.

“Estamos num momento particularmente difícil para economia brasileira e para o setor. A discussão com os principais players do mercado – tanto do lado da produção como do lado dos investimentos – permitiu detectar as perspectivas a curto e médio prazos, havendo certo otimismo quanto ao equacionamento da crise econômica. Além disso, pudemos debater conceitos urbanísticos que merecem ser considerados na formulação de novas políticas urbanas para as cidades”, afirma o presidente do Sindicato, Claudio Bernardes.

A abertura do evento contou com a participação do Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, seguida de palestra do responsável pelo projeto de revitalização da região de King’s Cross em Londres, Peter Freeman.

Sessões plenárias focalizaram a percepção internacional sobre o Brasil e suas oportunidades, vis à vis outros mercados da América Latina; as tendências urbanísticas, em painel moderado por Bernardes, com a participação de Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba; Alexandros Washburn, chefe do Departamento de Design de Planejamento Urbano de Nova York na gestão de Michael Bloomberg; e Soleiman Dias, diretor da Chadwick Internacional, responsável pela cidade mais sustentável do mundo (Songdo/ Coreia do Sul); a visão de grandes investidores; e palestra André Esteves, CEO do BTG Pactual.

Em seminário simultâneos, quatro segmentos (empreendimentos residenciais, shopping centers e centros comerciais, lajes corporativas e centros logísticos & self storages) foram analisados em profundidade por suas principais lideranças.