Coluna Secovi

O novo mundo imobiliário

Elbio Fernández Mera*

A transformação digital está mudando o jeito de viver. E quem ainda se assusta com isso é bom se acostumar. Ela veio para ficar e será cada vez mais exponencial, trazendo contínua disrupção na maneira como agimos.

Esse processo vai muito além da adoção de novas tecnologias. Assim fosse, cedo ou tarde, todos estaríamos ‘transformados digitalmente’. Basta ver a informática e as telecomunicações. Hoje, a maioria das pessoas tem computador e celular.

O maior desafio que enfrentamos é o de adotar uma nova mentalidade. Esta é a verdadeira metamorfose a ser feita, a qual não é lá muito fácil para segmentos mais tradicionais, como é o caso do setor imobiliário.

Nosso mercado, que se formou assentando tijolos, evoluiu tecnologicamente. Paredes de drywall, estruturas pré-fabricadas e pré-moldadas são amplamente utilizadas. Painéis fotovoltaicos ou solares são empregados para conferir maior eficiência energética às edificações. Enfim, uma série de inovações paulatinamente adotadas. Acontece que ‘paulatinamente’ é algo que não combina mais com a realidade atual. Hoje, os incorporadores têm de se preparar para construir em 3D a partir de amanhã.

O choque tecnológico é igualmente impactante para quem faz a intermediação imobiliária. Até recentemente, as transações com imóveis eram exclusivamente feitas pessoa a pessoa, olho no olho. Negociações dialogadas sempre trouxeram segurança às partes envolvidas.

As imobiliárias também aderiram à modernidade. Portais e redes de oferta; atendimentos virtuais; visita 360º ao imóvel na tela do computador; óculos de realidade virtual nos estandes de vendas. Nas tratativas, gente como a gente. Estávamos preparados para a despersonificação de nossas atividades? Para ver negócios sendo firmados por aplicativos?

Sabemos que reagir às mudanças é a pior opção. É preciso incorporá-las. Melhor ainda: antecipá-las ou determiná-las. Nesse aspecto, ganham as imobiliárias que abrem espaço para seus jovens colaboradores. Eles já nasceram conectados. Têm uma visão diferenciada. Podem nos ajudar a romper o casulo.

Outra medida obrigatória é conhecer o que a transformação digital está trazendo e como adaptá-la à cultura das empresas imobiliárias, adequando práticas para apoiar a aceleração que decorre desse processo.

Acontece que é impossível acompanhar tudo. Pensando nisso, a Rede Imobiliária Secovi decidiu promover uma ação para reunir o máximo de informações para que as imobiliárias possam se capacitar e se reinventar.

Tudo isso tem data para acontecer. Dia 29/8, vamos realizar a primeira edição do Rede Show, o maior evento das empresas intermediadoras de imóveis e seus corretores. Integrante da Semana Imobiliária, composta pela Convenção Secovi e o Prêmio Master Imobiliário, o Rede Show traz tendências, conhecimentos, networking e casos práticos. Vamos conhecer e debater ferramentas para potencializar os negócios, estudar o poder das conexões e, dentre outros temas, conversar com os principais players do segmento de iBuyers.

Com informação, inteligência e ciência, teremos condições de participar deste novo mundo imobiliário, e com o entusiasmo que sempre caracterizou nossas atividades. Um valor que jamais deixaremos se transformar.

*Vice-presidente de Intermediação Imobiliária do Secovi-SP

21 de agosto de 2019

Leia as colunas anteriores


  • Ampliar
  • Câmara de Mediação Secovi-SP
  • Certificação Digital
  • Geosecovi
  • Milenium
  • PQE - Programa Qualificação Essencial
  • Rede Imobiliária Secovi
  • Revista Secovi
  • Secovi Novos Empreendedores
  • Universidade Secovi-SP
  • Gentilezas Urbanas
  • Núcleo de Altos Temas